10 fotos terríveis que ficarão para sempre na história do mundo

Algumas fotos que contam a historia do mundo!

10- Crianças caindo de prédio (1975)

 Esta foto, tirada por Stanley Forman em 22 de julho de 1975, mostra a jovem Diana Bryant, na época com 19 anos, e sua afilhada Tiare Jones, de 2 anos, caindo de uma escada de incêndio enquanto um apartamento pegava fogo em Boston. O registro foi publicado na ocasião pelo jornal Boston Herald. Bryant morreu na noite daquele mesmo dia e Tiare sobreviveu ao acidente.

 

 

9- O sofrimento de Omayra (1985)

Em 1985, uma erupção do vulcão Nevado do Ruiz arrasou o povoado de Armero, na Colômbia. Uma das vítimas foi a menina Omayra Sanchez, que ficou três dias sobre a água, lodo e do que restou de sua própria casa. A foto mostra o sofrimento da garota, presa aos corpos de seus pais. O registro foi feito pelo fotógrafo Frank Fournier três horas antes do falecimento da garota. A fotografia, no entanto, só foi publicada meses após a tragédia.

 

8- Protesto nas ruas de Saigon (1963)

 

  O monge vietnamita Thich Quang Duc ateou fogo ao próprio corpo durante protesto em uma rua de Saigon, em 11 de junho de 1963. A manifestação foi uma resposta à maneira opressora pela qual a religião budista era tratada em seu país. Durante o ato, o monge permaneceu imóvel e não disse uma palavra sequer. Seu gesto foi imitado por outros monges. Após o protesto, o corpo de Thich Quang Duc foi cremado, como prega a sua religião.

 

7- Pai protegendo filho na Palestina (2000)

Em outubro de 2000, o mundo ficou chocado com as imagens feitas por um repórter francês mostrando o desespero de pai e filho na Palestina. Em meio ao fogo cruzado, Mohammed Jamal Aldura, de 12 anos, é atingido por vários tiros disparados por soldados israelenses. Apesar de tentar se proteger, o garoto morreu diante da câmera, enquanto que seu pai, Jamal, sobreviveu com oito balas no corpo.

 

6- Assassinato de vietcong (1968)

 

Eddie Adams, fotógrafo correspondente em 13 guerras, registrou em fevereiro de 1968 o assassinato de um jovem guerrilheiro vietcong em Saigon. O crime foi praticado por um coronel a mando do chefe da polícia da cidade. A foto rodou o mundo e garantiu ao fotógrafo o prêmio Pulitzer.

 

5- Ataque ao World Trade Center (2001)

 

O maior atentado terrorista da História rendeu inúmeras imagens chocantes. Uma das mais fortes é esta, que mostra o exato momento em que a segunda torre é atingida pelo avião sequestrado pelos criminosos. Assim como outros registros, a foto rodou o mundo e virou símbolo da fragilidade do poderio norte-americano.

 

4- Assassinato de John Kennedy (1963)

Em 22 de novembro de 1963, o até então presidente norte-americano John Kennedy foi assassinado por Lee Harvey Oswald enquanto passeava na limousine presidencial com a sua esposa, Jacqueline Kennedy, pelas ruas de Dallas, Texas. O crime foi registrado pela câmera de um fotógrafo, que captou o exato momento em que JFK foi atingido na cabeça. O curioso, ao se observar a foto, é que Jacqueline parecia ainda não saber ao certo o que estava acontecendo. Só segundos depois ela perceberia que o marido havia sido assassinado.

 

3- Homem enfrentando tanque na China (1989)

 

Durante o protesto na Praça da Paz Celestial (Tian’anmen), na China, um jovem anônimo chamou a atenção do mundo, em 1989, ao parar na frente de uma fileira de tanques de guerra que tentavam avançar. O fato ficou registrado para sempre graças às lentes do fotógrafo Jeff Widener, da Associated Press. O jovem manifestante, que ficou conhecido como “o rebelde desconhecido”, foi inclusive eleito pela revista norte-americana Time como uma das pessoas mais influentes do século XX. Sua identidade e seu paradeiro, no entanto, são desconhecidos até hoje.

 

2- Garota fugindo de ataque no Vietnã (1972)

 

O fotógrafo vietnamita Nick Ut ganhou o prêmio Pulitzer graças à foto ao lado, que mostra o desespero de uma menina de 9 anos fugindo de um ataque de napalm em um vilarejo no Vietnã. O registro foi feito em 8 de junho de 1972 e mostra, além da garotinha Kim Phuc, soldados vietnamitas correndo logo atrás. Próximo à menina, de camisa branca, está o irmão mais velho dela, também correndo desesperado. Um ano após a foto, Nick Ut reencontrou Kim Phuc, que hoje mora no Canadá com o marido e os dois filhos. Em 97, ela criou a Fundação Kim Phuc, que ajuda crianças vítimas de guerras.

 

1- A menina e o abutre (1993)

O fotógrafo sul-africano Kevin Carter foi até o Sudão, em 1993, para registrar a tragédia da fome causada pela guerra civil no país. Na ocasião, ele fotografou em uma aldeia uma garotinha faminta, prestes a morrer, que rastejava em direção a um posto de alimentação enquanto era observada por um abutre. Um ano depois, em 23 de maio de 1994, Carter foi premiado com o Prêmio Pulitzer graças ao registro. Criticado por não ter ajudado a menina e pressionado pelo sentimento de culpa, o fotógrafo se matou em 27 de julho de 1994. Ele colocou dentro do próprio carro uma mangueira ligada ao cano de escape do veículo. Acabou morrendo envenenado por monóxido de carbono aos 33 anos de idade.